Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Termômetro das vendas do Natal, emissão de notas fiscais bate recorde no RS

Saiba qual o minuto e qual o segundo em que foram registrados mais documentos pelas lojas gaúchas

Publicação:

intranatal
Termômetro nas vendas de Natal
Por Giane Guerra - GaúchaZH

O que a percepção de entidades já sinalizava para o desempenho das vendas de Natal foi confirmado pela Procergs. A companhia de processamento de dados do Rio Grande do Sul enviou informações para a coluna apontando recorde nas notas fiscais de consumidor. Aliás, a maior marca atingida até então tinha sido na Black Friday, liquidação realizada no final de novembro.

No dia 24 de dezembro, véspera de Natal, foram processadas exatamente 7.972.222 notas fiscais somente no Rio Grande do Sul. Um dia antes, 23, foram 8.215.626 documentos, quando movimentaram R$ 721.879.286,94. O tíquete médio fica em R$ 87,86. Nos dois dias, são recordes.

As informações são obtidas em parceria com a Secretaria Estadual da Fazenda. Além disso, a Procergs também é responsável pela autorização de todas as notas fiscais de consumidor de 18 Estados, que representam um terço do PIB brasileiro. O recorde de notas fiscais de consumidor eletrônicas geradas em um único mês tinha sido em dezembro de 2018, quando foram autorizadas 899 milhões de NFC-e. A expectativa é da Procergs é de que, agora em dezembro de 2019, este recorde seja novamente batido.

Recordes curiosos

Por minuto: 74.327 notas autorizadas entre 11h22min e 11h23min do dia 24 de dezembro

Por segundo: 2.022 notas autorizadas entre 11h22min05seg e 11h22min06seg do dia 24 de dezembro

A Procergs ainda não consegue segmentar os dados. Os estabelecimentos ainda têm variação grande no nome dos produtos conforme a classificação. Mas o órgão trabalha com a Sefaz-RS para ter essas informações no futuro.

NFC-e

A nota fiscal eletrônica substituiu o cupom fiscal, a NF-e e a nota fiscal em papel. A obrigatoriedade no Rio Grande do Sul começou em setembro de 2014 para os contribuintes da modalidade geral que realizam operações de comércio de atacado e varejo. Desde então, vem atingindo cada vez mais empresas. Já as micro e pequenas, com faturamento de até R$ 120 mil por ano, tiveram o prazo prorrogado para 1º de janeiro de 2020.

PROCERGS - Cia. de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul